Aster Brasil firma parceria com grupo chinês e projeta chegada ao futebol profissional em cinco anos

Equipe capixaba de categorias de base apresenta diretrizes do projeto ambicioso, que pretende formar jogadores a partir dos cinco anos de idade e sonha em formar um “novo Richarlison”

Um projeto ambicioso, focado na formação de novos jogadores, mas com metas à longo prazo que podem empolgar o torcedor capixaba. O Aster Brasil, que já tem atuação no futebol do Espírito Santo desde outubro do ano passado, apresentou suas diretrizes de trabalho numa entrevista coletiva que aconteceu na manhã desta quinta-feira, em Vitória.

O presidente do Aster Brasil é Rodrigo Duarte, administrador de empresas com especialização na área de marketing. O dirigente, que revelou que um dos objetivos do clube é chegar ao futebol profissional em cinco anos, assinou no evento um contrato de parceria com um grupo de investimentos chinês, que é o Centro de Intercâmbio Econômico e Comercial Brasil – China (CIECBC), junto com sua presidente, Mônica Fang.

– A China consegue democratizar as tecnologias que são desenvolvidas, o acesso às coisas. É um parceiro importante pra contribuir com o nosso futebol. Nos próximos 45 a 60 dias vamos começar forte na China também. Vamos abrir academias de futebol lá na China, fazer intercâmbios profissionais, organização de campeonatos, levando times pra lá e trazendo equipes chinesas pra cá, captação de patrocinadores e investidores – afirmou Rodrigo Duarte.

– Estamos apoiando o projeto de intercâmbio de futebol China – Brasil desde 2014. Agora com essa parceria com o Aster, e tendo o apoio do professor Própero Paoli, iremos levar a metodologia do futebol brasileiro para a China. Porque a cultura do futebol brasileiro foi pouco exportada para a China. Já trabalhamos com Alemanha, Itália, Portugal, Espanha, bastante parceria, mas com o Brasil precisamos fazer esse trabalho de base no mercado chinês. Vamos planejar e trabalhar para realizar esse sonho – disse Mônica Fang.

Diretoria e parceiros do Aster Brasil — Foto: João Brito/Aster Brasil

Diretoria e parceiros do Aster Brasil — Foto: João Brito/Aster Brasil

Confira mais alguns pontos da coletiva

O que é o Aster?

– O Aster surgiu para trabalhar e gerar oportunidades, além de identificar e gerar talentos para o futebol. O Espírito Santo sempre foi uma fonte muito grande de talentos sub-aproveitados. Observamos que tinha espaço para se ter um trabalho estruturado e implementar uma metodologia para contribuir com todas as principais equipes do futebol brasileiro.

Visão e missão do Aster

– Queremos ser a principal referência na revelação de talentos, e para isso vamos trabalhar com a nossa base aqui no Espírito Santo e desenvolver núcleos de excelência em todo o Brasil. Vamos trabalhar atletas de 5 a 23 anos para o alto rendimento, e fornecer a melhor estrutura possível, sem regalias. Além disso, transformar o projeto do Aster em socialmente relevante fazendo parcerias com projetos, como os de Viana e de Carapina, que conhecemos e vamos replicar a metodologia através dos treinamentos, dando todo o suporte tecnológico para que isso possa acontecer.

Uniformes do Aster Brasil foram apresentados, com o ex-BBB Manoel como modelo — Foto: João Brito/Aster Brasil

Uniformes do Aster Brasil foram apresentados, com o ex-BBB Manoel como modelo — Foto: João Brito/Aster Brasil

Competições no ES

– Vamos criar competições entre academias do Aster e também vamos fazer a Copa Stadia, com grandes equipes nacionais como Flamengo, Palmeiras e times da China também para atuar aqui no Espírito Santo.

Metas ambiciosas

– Temos como meta ter atletas oriundos do Aster nas seleções nacionais em categorias de base e depois, quando forem atingindo a maioridade, na seleção brasileira principal. Como por exemplo o Richarlison, que hoje está brilhando na seleção brasileira e na Premier League, da Inglaterra, que é capixaba. Além disso, queremos ter um atleta que passou pelo Aster disputando a Copa do Mundo de 2026.

Comissões técnicas das categorias sub-15 e sub-17 do Aster Brasil, junto com a diretoria do clube capixaba — Foto: João Brito/Aster Brasil

Comissões técnicas das categorias sub-15 e sub-17 do Aster Brasil, junto com a diretoria do clube capixaba — Foto: João Brito/Aster Brasil

Com equipes nas categorias sub-15 e sub-17, o Aster Brasil vai disputar competições dentro e fora do Espírito Santo. A equipe inicia a sua caminhada no futebol capixaba jogando o Campeonato Estadual 2019 nas categorias infantil e juvenil. A equipe utiliza a estrutura do CT da Sindipol e o campo do Ipiranga, ambos na Serra.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/es/futebol/capixaba-serie-b/noticia/vindo-de-sao-paulo-aster-brasil-fc-chega-focado-em-jovens-para-a-serie-b-do-capixabao-2019.ghtml