Recordar é celebrar! A ascensão meteórica do Aster no ES

“Já nasceu forte!”. O lema do Aster Brasil FC, ao chegar no Espírito Santo, em 2019, foi cumprido à risca logo ao fim da primeira temporada. No mais novo post aqui no site do Aster Brasil, você confere uma retomada da, até aqui, a principal conquista do clube, logo no primeiro ano de atividade. É um #TBT fora de dia, mas que pela lembrança vale qualquer exceção à regra.

O convidado para reviver a conquista da Copa ES de 2019 é o gerente de futebol do Aster, Cleiton Marcelino. Ele, que havia chegado ainda na fase final do Campeonato Capixaba, o torneio do primeiro semestre no Espírito Santo, pôde coroar sua primeira passagem já com um título no final do ano. Ele explica como foi o início de trabalho na função.

Cleiton Marcelino é o gerente de futebol do Aster. Foto: João Brito

“Havia acabado de voltar da China, onde estava também em trabalho com o futebol. Recebi o convite para colaborar, e aceitei. Logo quando cheguei, o clube já estava disputando o Capixabão. Fiz um levantamento de tudo o que nós do Aster tínhamos, desde estrutura até corpo técnico, para chegarmos ao ideal naquele momento. Já no segundo campeonato, conseguimos ter uma estrutura muito melhor do que havíamos no primeiro semestre”, afirmou Cleiton.

Com esses ajustes iniciais, o Aster Brasil montou as equipes para a disputa da Copa Espírito Santo, com as categorias Sub-15 e Sub-17. A escrita do sucesso estava feita. Após uma boa campanha de ambos os times, os atletas do Sub-17 conseguiram avançar até a fase mata-mata, enquanto que os colegas mais novos conquistaram o título do torneio, após derrotar o Caxias por goleada, no Kleber Andrade, com o placar de 5 a 1.

“Identifiquei também outras situações que precisariam ser mudadas, pinceladas, e prontamente a diretoria atendeu a solicitação, e conseguimos fazer um bom trabalho, o que nos resultou no título da categoria sub-15, e uma boa campanha no sub-17″.

-> Relembre, em matéria do GloboEsporte.com/ES, a conquista do clube <-

E saindo um pouco das glórias do passado recente, e tratando deste ano, Cleiton acredita que novos e bons frutos também serão colhidos, já que o processo de melhoria e aperfeiçoamento é constantemente realizado no clube.

Cleiton Marcelino, gerente de futebol do Aster, em conversa com os atletas. Foto: João Brito

“Após o título, um novo levantamento foi feito, o que precisaríamos ter para o próximo ano (2020), e conseguimos ter uma estrutura ainda melhor. A tendência é essa, ajustando e melhorando, para crescemos tanto no cenário estadual, quanto a nível Brasil”, concluiu.

É bom lembrar que, no momento, por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19), o Aster Brasil suspendeu as atividades presenciais por tempo indeterminado, até que o quadro pandêmico esteja sob controle, e a liberação seja dada pelas autoridades estaduais. Mesmo assim, a comissão técnica continua com reuniões constantes e contato com os atletas, para que mesmo a distância, a formação de todo o nosso grupo continue a ocorrer.

Nos siga nas rede sociais para também ficar por dentro do nosso dia a dia e principais, dicas da nossa comissão, diretoria, e muito mais:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *